Apareça Quando Alguém Fazer Uma Busca No Tradicional Google

Quando estamos falando de rede de pesquisa, é comum algumas pessoas confundirem com os resultados orgânicos que têm na plataforma. Porém iremos explicar melhor quais são as diferenças e os motivos que irão te convencer a anunciar na rede de pesquisa.

Com certeza você vai aumentar seus resultados

Crédito pela imagem: https://lazarocontreras.com.br/wp-content/uploads/2019/06/diferenca-busca-paga-x-busca-organica.png

Formas de exibir anúncios no Google...

Como mostrado na ilustração logo acima, existem duas formas principais de você exibir seus anúncios no Google: Rede Orgânica de pesquisa e Rede De Pesquisa. Porém independente de qual rede usaremos, todos queremos: Posicionamento e Relevância. Isso é bem lógico já que estudos do próprio Google apontam que 75% dos usuários que fazem uma pesquisa não passam da primeira página. Então é preciso entender como exibir seus anúncios ou site na primeira página do Google e assim ganhar mais tráfego qualificado.

Como aparecer na primeira página usando o Google?

De forma simples, na parte orgânica de resultados, para ganhar posições e aparecer na primeira página, é preciso que o próprio robô do Google analise seu site e determine com base em vários critérios se o que você está oferecendo é satisfatório para o que o usuário está pesquisando.


Por isso, independente da rede de resultados, o que o Google prioriza como sendo o essencial na experiência de pesquisas são os:

Usuários.

Como o Google Ads se diferencia na questão da relevância e posicionamento?

Quando se trata do Google Adwords, ou seja, os resultados que ficam lá no topo ou bem embaixo da página de resultados de buscas com uma tag do lado escrito "anúncio", temos maior liberdade e controle da quantidade e até mesmo qualidade dos usuários que entram no site. Qualidade se referimos a intenção de compra ou adesão ao seu serviço.

Mas afinal, por que temos mais controle das pessoas que estão entrando no site pelo Ads?

Isso acontece porque a grande vantagem do Google Adwords, é ser:

Dinâmico.

Isso significa dizer que podemos ajustar as palavras-chave que temos intenção de exibir anúncios para que possamos aparecer mais ou menos. Então por exemplo, se você tem uma empresa de vendas de calçados, podemos adicionar a palavra-chave "tênis marca x vermelho", e ajustar o lance de CPC (Preço Por Palavra-Chave Que Pagamos Quando Alguém Clica No Anúncio), para um valor maior e assim aumentarmos a chance que sua palavra tenha impressões ou que sejam exibidas mais vezes. Da mesma forma, podemos excluir palavras-chave que não são interessantes para você. Exemplo: "consertar calçados". Já que não é sua intenção ao divulgar. Viu como é fácil divulgar seus serviços ou produtos no Google Ads e assim acabar com aquele estoque que estava parado?.

Além de tudo isso, temos métricas de análise que nos ajudarão a saber como está indo nossos anúncios, algumas são:


  • Cliques nas palavras-chave

  • Impressões de anúncios (quantas vezes as pessoas olham nossos anúncios antes de clicar)

  • CTR (Taxa de cliques / impressões X 100). Ajuda a saber se os anúncios são atraentes para as pessoas

  • Conversões. Ajuda a saber se as pessoas estão concluindo uma ação importante, como uma inscrição num formulário de contato ou compra de um produto.
  • Anunciar No Google Adwords poupa tempo e assim é possível aumentar seus resultados e alcançar seus objetivos muito mais rápido que na busca orgânica

    Com tantas métricas, temos maior controle sobre o que estamos anunciando e assim é mais fácil alcançar seus objetivos de vendas com menor tempo.

    Para terminar, as redes de divulgação do Google, não se limitam a textos. Temos várias outras formas de divulgação. Entre elas, vídeos no Youtube, Aplicativos no Google Play e assim por diante. Veja algumas delas na imagem:

    Crédito pela imagem: https://sensorialbr.com/google-adwords-x-google-organico/


    Quer saber o que temos para ajudar nos resultados da sua empresa?

    Peça Um Teste Gratuito E Sem Compromisso De 30 Dias